Tempo da poesia e tempo do ensaio: Romantismo alemão e Modernismo brasileiro a partir de Octavio Paz

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Pedro Duarte

Resumo

O ensaio examina a relação de Octavio Paz com a Modernidade através da sua concepção de poesia e de tempo. Demonstra, assim, seu ambíguo pertencimento à época moderna e à tradição romântica. E aproveita para pensar, a partir dessas coordenadas, o Modernismo brasileiro. Por último, chama atenção para o estilo ensaístico de Paz.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
DUARTE, Pedro . Tempo da poesia e tempo do ensaio: Romantismo alemão e Modernismo brasileiro a partir de Octavio Paz. O que nos faz pensar, [S.l.], v. 24, n. 37, p. 41-50, sep. 2015. ISSN 0104-6675. Disponível em: <http://www.oquenosfazpensar.fil.puc-rio.br/index.php/oqnfp/article/view/459>. Acesso em: 22 oct. 2017.
Seção
Artigos