O Acontecimento da Terra

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Alyne de Castro Costa http://orcid.org/0000-0001-8994-4355 Ádamo Bouças Escossia da Veiga

Resumo

Neste artigo, recorremos ao conceito de “acontecimento”, de Gilles Deleuze, para pensar a Terra e as transformações antropogênicas que, incidindo sobre os processos ecológicos, configuram o que vem sendo chamado de colapso ecológico global. Se, sob tais transformações, percebemos que a Terra nunca consistiu num ambiente acabado e inerte – imagem prevalente desde ao menos a modernidade –, propomos que o conceito de acontecimento permite vislumbrar outras imagens da Terra. Isso porque ele possibilita não apenas analisar a processualidade em si mesma das dinâmicas que fazem a própria Terra, mas também compreender por que precisamos mais que nunca de um novo entendimento político (ou cosmopolítico, para falar como Isabelle Stengers) que coloque em outros termos as relações entre humanos e não humanos, natureza e cultura, indivíduos e seu meio. Concluímos a análise discutindo algumas consequências éticas e políticas que se desdobram dessa consideração da Terra como um acontecimento.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
COSTA, Alyne de Castro; DA VEIGA, Ádamo Bouças Escossia. O Acontecimento da Terra. O que nos faz pensar, [S.l.], v. 29, n. 48, p. 277-303, june 2021. ISSN 0104-6675. Disponível em: <http://www.oquenosfazpensar.fil.puc-rio.br/index.php/oqnfp/article/view/790>. Acesso em: 08 dec. 2021. doi: https://doi.org/10.32334/oqnfp.2021n48a790.
Seção
Artigos

Referências

CHAKRABARTY, D. “History on an Expanded Canvas: The Anthropocene’s Invitation”. Vídeo de palestra no evento “The Anthropocene Project: an opening”. Berlim, 13 jan. 2013. Disponível em: . Acesso em: 30 mar. 2021.
CHAKRABARTY, D. “The Planet: An Emergent Humanist Category”. Critical Inquiry, v. 46, p. 1-31, 2019.
CRUTZEN, P.; STOERMER, E. “The ‘Anthropocene’”. Global Change Newsletter, n. 41, p. 17-18, mai. 2000. Disponível em: 1323470177580001401/1376383088452/NL41.pdf>. Acesso em: 30 mar. 2021.
DANOWSKI, D. “Mundos sob os fins que vêm”. In: DIAS, S.O.; WIEDEMANN, S.; AMO-RIM, A. C. R. (orgs.). VII Seminário Conexões: Deleuze e Cosmopolíticas e Ecologias Radi-cais e Nova Terra e.... Campinas: ALB, 2019, p. 85-96.
DANOWSKI, D. VIVEIROS DE CASTRO, E. Há mundo por vir? Ensaio sobre os medos e os fins. Desterro [Florianópolis]: Cultura e Barbárie; Instituto Socioambiental, 2017 [2014]. 2ª ed.
DE LANDA, M. Intensive Science and Virtual Philosophy. Londres: Bloomsbury Publishing, 2005.
DELEUZE, G. Diferença e Repetição. Trad. Luiz Orlandi e Roberto Machado. Lisboa: Reló-gio D’água, 2000.
DELEUZE, G. Lógica do Sentido. Trad. Luiz Roberto Salinas Fortes. São Paulo: Editora Perspectiva, 2011.
DELEUZE, G. Conversações (1972-1990). Trad. de Peter Pál Pelbart. São Paulo: Editora 34, 2013. 3a ed.
DELEUZE, G.; GUATTARI, F. O que é a filosofia? São Paulo: Editora 34, 1992.
DERRIDA, J. Gramatologia. São Paulo: Perspectiva, 2013.
FLAXMAN, G. Gilles Deleuze and the Fabulation of Philosophy. Minneapolis/Londres: University of Minessota Press, 2012.
HEIDEGGER, M. A origem da obra de arte. Trad. de Idalina Azevedo da Silva e Manuel António de Castro. São Paulo: Edições 70, 2010.
KOPENAWA, D.; ALBERT, B. A queda do céu: Palavras de um xamã yanomami. Trad. de Beatriz Perrone-Moisés. São Paulo: Companhia das Letras, 2015.
LAPOUJADE, D. Deleuze, os movimentos aberrantes. Trad. de Laymert Garcia dos Santos. São Paulo: n-1 edições, 2015.
LATOUR, B. Politics of nature: How to Bring the Sciences into Democracy. Cambridge, London: Harvard University Press, 2004.
LATOUR, B. “Facing Gaia: A new inquiry into Natural Religion”. Gifford Lectures, Edim-burgo, fev. 2013. Disponível em: . Acesso em: 30 mar. 2021.
LATOUR, B. Diante de Gaia: Oito conferências sobre a natureza no Antropoceno. Trad. de Maryalua Meyer. Rio de Janeiro: Ubu Editora, 2020.
LATOUR, B. Onde aterrar? Como se orientar politicamente no Antropoceno. Trad. de M. Vieira. Rio de Janeiro: Bazar do Tempo, 2020.
LATOUR, B. “Esperando Gaia”. Trad. de Alyne Costa. Piseagrama, Belo Horizonte, seção Extra!, fev. 2021. Disponível em: . Acesso em: 30 mar. 2021.
LENTON, T. Earth System Science: A Very Short Introduction. New York: Oxford Universi-ty Press, 2016.
LOVELOCK, J. Gaia: A new look at life on Earth. Oxford: Oxford University Press, (2000 [1979]).
LOVELOCK, J. The Revenge of Gaia: Earth’s Climate Crisis and the Fate of Humanity (New York: Basic Books, 2007.
LOVELOCK, J. “Gaia: um modelo para a dinâmica planetária e celular”. In: Thompson, W. I. (org.). Gaia: uma teoria do conhecimento. São Paulo: Gaia, 2014, p. 79-92.
MANIGLIER, P. “How Many Earths? The Geological Turn in Anthropology”. The Otherwi-se, 1, 2020. Disponível em: many_earths.html#title>. Acesso em: 30 mar. 2021.
SIMONDON, G. L’individuation à la lumiére des notions de forme e information. Grenoble: Editions Jerôme Millon, 2013.
STEFFEN, W.; et al. “The Anthropocene: conceptual and historical perspectives”. Phil. Trans. R. Soc. A., v. 369, p. 842-867, 2011.
STENGERS, I. Cosmopolitiques II. Paris: La Découverte, 2003.
STENGERS, I. “Accepting the reality of Gaia: a fundamental shift?” In: HAMILTON, C.; GEMENNE, F.; BONNEUIL, C. (orgs.). The Anthropocene and the Global Environmental Crisis: Rethinking modernity in a new epoch, 2015, p. 134-144.
STENGERS, I. No tempo das catástrofes: resistir à barbárie que se aproxima. Trad. de Eloi-sa Araújo Ribeiro. São Paulo: Cosac Naify, 2015.
STENGERS, I. “Gaia”. Trad. e adaptação de Déborah Danowski. Catálogo Fo-rumdoc.Bh.2017. Catálogo do 21º Festival do Filme Documentário e Etnográfico do Fórum de Antropologia e Cinema, p. 120-126, 2017.
VIEIRA, S. A. Resistência e Pirraça na Malhada: Cosmopolíticas Quilombolas no Alto Ser-tão de Caetité. Tese de doutorado. Rio de Janeiro: UFRJ/Museu Nacional, 2015. 425p.
VIVEIROS DE CASTRO, E. “Os Involuntários da Pátria: elogio do subdesenvolvimento”. Chão da feira, 65, p. 1-9, maio de 2017. Disponível em: s_ok.pdf>. Acesso em: 30 mar. 2021.
WEART, S. R. The Discovery of Global Warming. Cambridge, Massachussets: Harvard Uni-versity Press, 2008.
ZOURABICHVILI, F. Deleuze: uma filosofia do acontecimento. Trad. e prefácio de Luiz B. L. Orlandi. São Paulo: Editora 34, 2016. 1a ed.